Em Chorrochó, uma cerca no meio da rua

21/08/2021 12:09

“No meio do caminho tinha uma pedra
Tinha uma pedra no meio do caminho
Tinha uma pedra
No meio do caminho tinha uma pedra”

Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Ao contrário da pedra no caminho do poeta mineiro de Itabira, em Chorrochó, poeticamente, existe uma cerca no meio da rua ou, pelo menos, dizem que existe, se não for ilusão de ótica.

Redes sociais mostraram a rua e a cerca, estrategicamente lá, à semelhança de um monumento à vida de nosso sofrido agricultor.

Para nós, nordestinos, as cercas dizem muito de nossa vida esturricada e sofrida. Elas nos amparam de muitos transtornos.  

O que não costumávamos era fazer cercas no meio das ruas.

Chorrochó inaugurou esse ineditismo e dizem que a cerca estava lá, até ontem.

Não sei quem chegou primeiro, se a rua ou a cerca, mas o fato é que ambas estão lá e –parece – há moradores da rua que estão incomodados, tanto que alguém foi até um programa de TV e contou a história.

A Rua Aureliano da Costa Andrade, onde fica a cerca, é um tributo ao primeiro prefeito eleito de Chorrochó, que governou no período de 1955/1959.  

A história registra que Eloy Pacheco de Menezes foi Gestor dos Negócios Municipais, logo depois da emancipação e instalação do município e, portanto, tinha a função de estruturar os serviços municipais, de modo que o primeiro prefeito eleito foi Aureliano da Costa Andrade.

Mas esta é outra história, se assim é ou assim está registrada.

O fato é que a cerca está lá, disputando galantemente espaço com a rua, pelo menos é o que mostram as imagens que circulam por aí.

Não me atrevo a criticar o alcaide-mor de Chorrochó, neste particular, mesmo porque Sua Excelência deve ter razões plausíveis para manter a cerca lá ou as posturas municipais assim o permitem.

Se a cerca está lá – e parece mesmo que está – é porque o prefeito, seu secretário da área e as equipes que os assessoram acham normal.

Ou a Prefeitura não tem dinheiro para indenizar o proprietário e desobstruir a rua.   

Cumbuca esquisita essa. Pode ser um atrativo turístico para Chorrochó.

Pegando carona no belo texto desse que é um dos maiores escrito da nossa região, para acrescentar minhas humildes e simples palavras como blogueiro da cidade, a cerca já existia no final da rua quando esse trecho, era um cercado do um proprietario, logo depois foi loteado parte do cercado e a cerca ficou no meio, na minha opinião a gestão deveria buscar uma forma de negociar uma pequena parte  da cerca para da acesso a nova rua Aureliano que se formou e  ficou dividida pela antiga rua por essa cerca. Edimar Carvalho

araujo-costa@uol.com.br        

 

Contato

CHORROCHOONLINE RUA: CASTELO BRANCO
CHORROCHÓ Nº 20
48660000
+55.7599283969 edimar.carvalho@hotmail.com